QUEM INVADE, INVADE POR QUÊ? QUEM INVADE?

Hoje se chama Morada do Sol, bairro legalizado na cidade de Posse, mas já foi chamado de “Pé do Morro”, “Morada do Morro”,  pois era apenas uma invasão, sem água, sem energia, sem dignidade, mas as pessoas lutaram e hoje tudo está resolvido. Nova invasão começa… Qual o próximo passo? Toda infraestrutura deve ser reivindicada, cada vida deve ser valorizada.

Lindo céu, morada inóspita

Lindo céu, morada inóspita

Não é novidade que o Setor Morada do Sol, hoje legalizado, com água, energia e direito a reivindicar benefícios com base no pagamento de Imposto Predial Territorial Urbano – IPTU, foi iniciado com invasão por parte de pessoas que moravam de aluguel, de favor, que não tinham onde morar. Simplesmente começaram a levantar barracos de lona, barracos sem lona com tapume, e diga-se de passagem eram terras de propriedade particular. Houve um longo período de debate. Hoje é rua com endereço legitimado! Do outro lado da estrada, logo após o que se acostumou chamar de “casinhas”, está nascendo uma nova invasão. Quem está invadindo? Pessoas que moravam de aluguel, de favor, que não têm onde morar. A necessidade é sempre a mesma. Quem não tem, precisa ter, mas não tem como adquirir. A que compete resolver? Não é caso de polícia! É caso de justiça ou decisão voltada para o social? É patrimônio público e de alto valor. Quem terá a solução? A quem pertence a cartola ou a vara de condão?

Gente que precisa viver de qualquer jeito ou de um jeito qualquer?

Gente que precisa viver de qualquer jeito ou de um jeito qualquer?

Possenews fez uma visita ao local, tirou algumas fotos e conversou com algumas moradoras que estão depositando muita confiança na ajuda do atual prefeito para poderem solucionar esses problemas. Na conversa surgiram abordagens revoltadas, alegando que algumas pessoas que ganharam casa no Setor Morada Nova não tinham necessidade, alguns já venderam e, segundo afirmativa de algumas dessas pessoas, cerca de trinta (30) casas estão desocupadas, pois o sorteado não tem necessidade de usar e está apenas esperando oportunidade para vender ou estão apenas desocupada. Claro que tudo deve ser apurado para que se veja o que há de verídico. As próprias invasoras dizem que pessoas que estão invadindo o novo espaço, algumas são pessoas que têm casa própria, comércio… Tudo em nome da ganância! Tudo na base do enriquecimento ilícito! E o pior: pagam pessoas de fora para se instalarem ali provisoriamente, por uma xícara de café e um pedaço de pão. São pessoas que criticam as envolvidas nas denúncias por corrupção na “Operação lava jato”, mas que fazem as mesmas coisas em menores proporções, por não terem acesso a proporções maiores. São tão ladrões quanto! Vestem o manto e vão para a igreja!

Lonas azuis ou pretas, é uma residência

Lonas azuis ou pretas, é uma residência

A condição de vida daquelas pessoas é de se fazer pensar! A falta de lugar para morar, as está levando para viverem sem energia, sem água, apenas com a luz de vela e uma esperança na mão. Algumas estão levando mudanças de verdade, pois não têm condições de pagar aluguel, ainda têm que cuidar dos filhos pequenos. Uma senhora, que vamos chamar de Maísa, disse com toda clareza: “Estou aqui por causa de minhas duas filhas que tem os filhos delas e não têm onde morar. Fico o dia todo aqui com minhas netinhas! Chego 5:00 horas da manhã (sic) pra elas poderem trabalhar e vou ficar até o dia que elas conseguirem ter a casinha delas. E nós vamos conseguir!” Cumprindo seu papel social, possenews. com.br, sugeriu às pessoas que foram até onde tirava-se as fotos postadas na matéria que criem uma associação de moradores, uma comissão, que estabeleçam critérios de liderança para não permitirem que aquilo fique ainda pior. Situação totalmente inóspita, caótica, preocupante… Resolve, Brasil!

Possenews não adota postura de defesa da invasão de patrimônio público ou privado. O que se propõe neste democrático meio de comunicação é que se busque soluções reais para essas pessoas que não são “pobres pessoas”, mas são pessoas pobres e que precisam ser vistas como seres humanos e tratadas com dignidade! O mínimo de dignidade!

A quem compete? Deus fez a parte dele: criou o céu, a terra, os seres…

Melchisedeck Perez

Salvar

Salvar

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com